domingo, 6 de dezembro de 2015

O OLEIRO E O MACHADO – PARTE 2



O OLEIRO E O MACHADO – PARTE 2
(Por Lucileide Santos)

Quem está familiarizado com o mundo dos concursos públicos sabe que o que mais se fala nesse ano de 2015 é da tal prova do INSS, que será aplicada pela tão temida CESPE. Hoje de manhã zapeando pelo Facebook me deparei com algo engraçadíssimo sobre essa prova! Não sei se vocês estão ligados em como funciona o sistema da CESPE, mas eu vou lhes contar: o grande problema da prova é que uma questão errada anula uma certa! Já deu para imaginar o desespero do participante, né?! Bom, voltando ao que vi no Face... a página da “Casa do Concurseiro” publicou a seguinte brincadeira: “A vida é feita de escolhas, mas uma errada anula uma certa!”.

Depois de cair na gargalhada, mostrar isso para todos os que estavam na minha casa e me esforçar para me recompor, pensei em como é bom essa não ser a visão divina sobre os nossos erros e falhas!

Terminamos o nosso papo da semana passada falando sobre a figura do oleiro, lembram-se?! A brincadeira feita no Facebook me fez rir, mas também me fez pensar em como seria a vida se não tivéssemos oportunidade de remissão ou mudança. A figura do oleiro e do barro traz um simbolismo muito bonito - ela ensina sobre o caráter perdoador e amoroso de Deus, e também traduz Sua grande sabedoria. Mesmo que as coisas estejam acontecendo de maneira desesperadora, que a situação caminhe por um viés caótico... atentem para o simbolismo apresentado em Jeremias 18:3 e 4: “E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas. Como o vaso que ele fazia de barro se quebrou na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos seus olhos fazer.”. Essas palavras nos mostram que, em última análise, apesar das decisões erradas que tomamos, Deus está no controle. Ele nos oferece oportunidade de mudança, um novo rumo para o sucesso!

Falávamos, na semana passada, sobre o sucesso e a busca desenfreada pra alcançá-lo, mas também começamos a falar sobre como podemos chegar a trilhar esse caminho. Bem, digo que, para mudarmos, deixarmos erros e fracassos para trás e assumir uma nova postura, precisamos ser quebrados pelo Oleiro, pois mudanças são muito complexas e só podem ser feitas por um ser genial, lembram?

Quem pode ser mais genial do que Deus?!

O mais legal sobre essa ilustração é que ela se encaixa, perfeitamente, com o verso de Eclesiastes 10:10 que lemos no meu último texto, porque Deus sabe o que fazer com o barro sem forma, sabe como fazer e tem sabedoria suficiente pra garantir que aquele vaso será um sucesso!

Essa reflexão nos leva a entender que, apesar dos erros, dos desvios tomados, dos insucessos, ainda temos saída, pois Deus não anula cada passo que damos em direção a Ele a cada erro que cometemos!

Um domingo feliz para você!

Um comentário:

  1. Também caí na gargalhada. Mas também pensei sobre a sabedoria sobre o sucesso com Deus ao ler esse texto.
    ��

    ResponderExcluir

Participe também, comentando!