quinta-feira, 9 de abril de 2015

QUE DOR DE CABEÇA!


QUE DOR DE CABEÇA!
(Por Carina Baptista)

Oi pessoal, tudo bem com vocês?

Quem já teve dor de cabeça levanta a mão! Eu sentia fortes dores na cabeça desde a minha adolescência. Fiz vários exames, como tomografia, exames de vista e (graças a Deus) nunca dava nada. Mesmo assim, as dores continuavam; até que fui a um neurologista, na época eu tinha 18 anos, e ele me disse que a cada 10 adolescentes que iam até ele 10 reclamavam de dor de cabeça. Animador, não é?! Ele perguntou se eu bebia bastante água (na época, eu só bebia quando sentia sede; um erro!), falou para eu praticar exercícios físicos regulares, cuidar da alimentação... tudo que eu já sabia, mas não colocava em prática.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cefaleia, a enxaqueca atinge 20% das mulheres e de 5% a 10% da população masculina. A enxaqueca é uma doença crônica e, na prática, muito mais forte que a cefaleia (dor de cabeça comum). A primeira coisa que você deve fazer ao sentir fortes dores de cabeça é procurar um médico. A automedicação pode trazer problemas futuros. É importante tentar identificar de onde vem a dor. Por exemplo, eu aprendi, com o tempo, que ficar com sono, fome e estressada me deixa com dor de cabeça (não sei se é assim com todo mundo), e o mais importante, as dores são em regiões diferentes da cabeça.

Conhecendo isso, posso buscar soluções que não necessariamente sejam medicamentosas. É bem óbvio que, se estou com dor de cabeça e ainda não comi, procuro comer o quanto antes; espero um tempo, e geralmente a dor passa. Praticar exercícios regularmente e beber bastante água ajuda a não ter a dor.

Há umas três semanas, fui parar na emergência de um hospital, com muita dor de cabeça. Tinha sido um dia cheio no trabalho; e eu também estava com dor no estômago. Já tinha almoçado, já tinha bebido quase 2 litros d'água e nada de passar. Como o estômago também doía, achei melhor não tomar remédio antes de passar pelo médico. Enfrentei uma fila horrível e após quase 2 horas fui atendida. A médica passou medicação na veia, para o efeito ser mais rápido, tanto para a dor de cabeça quanto para a do estômago. Após alguns minutos, a dor havia passado. Daquela vez, a minha dor vinha do dia estressante e, infelizmente, só remédio para aliviar.

Na semana seguinte, entrei de férias e voltei para a academia. Não senti mais dores!

O que deu certo pra mim pode funcionar com você também; na verdade, não é nenhum segredo, são princípios básicos para ter saúde. Mas a vida agitada acaba nos privando de viver com qualidade. Mesmo com a agenda lotada precisamos arrumar tempo para tratar bem o nosso corpo!

Um beijo e até semana que vem!

____________________________________________
Fonte: http://www.sbce.med.br/

2 comentários:

  1. Sabia que desde pequeno é muito dificil ter dor de cabeça? O segredo é este mesmo, muita água, alimentação saudavel e dormir bastante.
    beijos e até semana que vem!

    ResponderExcluir
  2. Eu preciso beber mais água... Mas o suco de couve eu já experimentei. Couve com limão. 'Té que não é ruim não... rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir

Participe também, comentando!