segunda-feira, 22 de agosto de 2016

ELE OROU

ELE OROU
Por Sérgio Mafra

No livro bíblico de Mateus, capítulo 26, versos 36-39, encontramos o seguinte: “Então Jesus foi com seus discípulos para um lugar chamado Getsêmani e lhes disse: Sentem aqui enquanto vou ali orar. Levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se. Disse-lhes então: A minha alma está profundamente triste, numa tristeza mortal. Fiquem aqui e vigiem comigo. Indo um pouco mais adiante, prostrou-se com o rosto em terra e orou: Meu Pai, se for possível, afasta de mim esse cálice; contudo, não seja como eu quero, mas sim como Tu queres.”.


Esses versos contam um momento dramático da história de Jesus. É bem verdade que Ele nos deixou importantes conselhos com Suas palavras e exemplo de vida. Nos versos acima isso não poderia ser diferente. Apenas para contextualizar: esses momentos eram os instantes finais da vida de Jesus aqui na Terra. Logo depois disso Ele foi traído por Judas, julgado, injustamente condenado e crucificado. Mas o detalhe ao qual eu gostaria de me atentar é a atitude de Jesus frente a mais essa provação. Os versos nos dizem que Ele estava profundamente triste e angustiado, não era para menos, pois estavam sobre Ele todas as falhas da humanidade. Mas nesse momento, em que estava mais triste e sobrecarregado, Jesus busca o Pai por meio da oração. Que lição para nós, hoje! Cristo está nos mostrando que, em todos, absolutamente todos os momentos, podemos confiar no Pai, pois Ele não está indiferente à nossa dor. 

Outro aspecto interessante é a resignação de Jesus ao dizer: “Não seja como eu quero, mas como Tu queres.”. Jesus entendia que a vontade e os planos de Deus eram soberanos.

Você, assim como eu, provavelmente já enfrentou alguns bons momentos de lutas, tristezas e angústias. Enquanto vivermos aqui neste mundo eles vão continuar existindo, mas temos a opção de seguir os passos de Jesus e entregar nossa vida, os problemas, as tristezas e as dificuldades para Deus...

O início desta nova semana pode ser uma boa oportunidade para conversar com Ele por meio da oração, abrindo o coração a Deus como a um verdadeiro amigo!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!