domingo, 15 de maio de 2016

ENDIREITE AS SUAS VEREDAS


ENDIREITE AS SUAS VEREDAS
Por Pamela Henriques Moreira

Há uns dois meses, os jornais noticiaram um acidente. Um empresário, após ficar 6 horas em um bar bebendo chope e cerveja, dirigiu seu Mustang a 150km/h em uma rua que permitia velocidade máxima de 60km/h. Com esse ato de total desrespeito às leis, às autoridades, à própria vida e à vida do próximo, o carro colidiu com o veículo de um senhor que, diferentemente do empresário, dirigia calmamente pela rua. Infelizmente, aquele senhor, que completaria 70 anos na semana seguinte e que acabava de sair da igreja, veio a falecer; o empresário saiu ileso, sem um arranhão.

Quantas vezes precisamos errar para aprender? Quantas chances nos são dadas? João, mais conhecido como João Batista, pois pregava batismo de arrependimento, disse: “Arrependam-se, pois o Reino dos céus está próximo”. Mateus 3:2

Na notícia acima, temos o caso de um homem que causou a morte de outro. Esse mesmo homem foi capaz de negar o consumo de álcool e seu excesso de velocidade, apesar de vídeos provarem o contrário. Será que houve arrependimento por parte do empresário?

Quando questionado sobre o que seria o tal arrependimento, João respondeu que devíamos ser solidários, justos, a ninguém maltratar (Lucas 3:10-14). O arrependimento é fruto do Espírito Santo que nos convence do pecado (Lucas 16:8). Quando ferimos as Leis de Deus estamos pecando.


"O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, como julgam alguns. Ao contrário, ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento." II Pedro 3:9

Deus perdoa nossos pecados se os confessarmos e nos arrependermos. João Batista veio chamar o povo ao arrependimento para preparar o caminho, endireitar as suas veredas (Mateus 3:3), para que em breve Cristo volte. O tempo já é próximo, não sabemos a data, nem o horário, assim como não sabemos quando será nosso último suspiro. Deixe o Espírito Santo agir e esteja preparado quando o Mestre Jesus voltar.

"Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: ‘Confessarei as minhas transgressões’, ao Senhor, e tu perdoaste a culpa do meu pecado." Salmos 32:5



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!