sexta-feira, 28 de agosto de 2015

SOFRER, CAIR, LEVANTAR

SOFRER, CAIR, LEVANTAR
(Por Denize Vicente)

Você já viveu algum dia da sua vida achando que os problemas todos deram as mãos na noite anterior e combinaram de derrubar você com força, pela manhã, ou, no máximo, até o entardecer? 

Porque sete vezes cairá o justo e se levantará; mas os ímpios tropeçarão no mal. (Prov. 24:16.)

Essa é uma das mais fantásticas promessas da Bíblia. Repare que ninguém está prometendo que você estará de pé o tempo todo, firme como um muro de concreto; não há garantia de que você não irá cair; mas seja qual for o tamanho e a altura do tombo, tá lá a promessa: você vai se levar, se confiar em Deus, se você for justo. Sete vezes você pode se arrebentar no chão, se machucar todinho, mas se for amigo de Deus você se levantará as sete vezes, até chegar a hora em que aqueles e aquilo que derruba você já não terão mais forças pra isso. Eles mesmos é que tropeçarão.

Pense em Jó. Um homem justo, fiel a Deus. Perdeu, num mesmo dia, todas as suas posses e todos os seus filhos (Jó 1:13-19). A história de Jó aborda um dos temas mais delicados da nossa experiência como seres humanos: como lidar com a dor e o sofrimento? Se você nunca estudou detidamente o livro de Jó, uma hora dessas faça isso. Talvez ele possa ser útil na sua vida, em algum momento, porque há muitos pormenores e muitas lições…

A história de Jó nos ensina muitas coisas, além da paciência. Ensina que a dor vai passar e o sol vai brilhar de novo; que o sofrimento atinge a todos - pessoas legais, íntegras, honestas e fiéis também sofrem (Jó 1:8) e, às vezes, imensamente (João Batista, Paulo, Estêvão, José do Egito, Daniel…); que nem sempre sabemos os detalhes por trás de cada um dos problemas que estamos enfrentando (os capítulos 1 e 2 do livro de Jó são como aquelas cenas de filme em que a plateia sabe tudo o que acontece nos bastidores e os protagonistas não sabem de quase nada, até a cena final - Jó não sabia de todos os detalhes daquela batalha contra ele.); que talvez nunca saibamos, exatamente, a explicação para tudo (Deus conversou com Jó mas não lhe deu todas as respostas – cap. 38 em diante); que nossos melhores amigos nem sempre podem nos ajudar (Jó 2:11) e muitas vezes são muito infelizes naquilo que nos falam… São muitas lições!

Jó perdeu tudo. Caiu, mas não ficou no chão. “Porque sete vezes cairá o justo e se levantará.”


Essa fantástica promessa não está na Bíblia pra enfeitar o livro de Provérbios, nem se trata de um ditado popular. As promessas divinas podem ser reclamadas, e quem prometeu jamais faltou com a Sua palavra.

Se hoje é um daqueles dias, em que todos os problemas se juntaram pra derrubar você, eu lhe digo: não se entregue! “Espere no Senhor. Seja forte! Coragem! Espere no Senhor.” (Salmo 27:14)


6 comentários:

  1. Até em meio a aflições, se temos Deus, encontramos paz. Muitos sofrem, mas as promessas dEle não falham e no fim, a vitória é certa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você me fez lembrar de u'a música do Evaldo...

      ♫ "A vitória é certa se tivermos fé
      Pois é o Senhor que vai diante de nós
      Forte e decidido, cheio de poder
      Pra onde seguirmos pela fé
      A vitória é certa, Deus à frente está..." ♫

      Excluir
  2. Bela mensagem. Uma promessa que nos traz confiança. Realmente Deus é bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é bom e tem braços fortes. É quem nos levanta cada vez que caímos. E muitas vezes nem sequer nos deixa tropeçar. Deus é bom!

      Excluir
  3. Promessa que nos traz confiança e esperança.
    Em todo tempo o Senhor é bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Deus é bom o tempo todo. O tempo todo Deus é bom."
      ;)

      Excluir

Participe também, comentando!