sábado, 2 de julho de 2016

MAGISTRAL

MAGISTRAL
Por Jackson Valoni

Acabei de comer salmão, e o bicho estava cheio de espinha. Ainda arrisco comer salmão porque me lembra do gosto de frango; mas não gosto de peixe. Fui pra casa da avó da minha esposa um dia desses e teve sardinha no almoço. Não gosto de peixe! Fiquei mais tempo retirando espinha da criatura do que comendo. Passei fome. Fui a um rodízio de pizza, à noite.

Embora torça pra um time cuja mascote é um bacalhau, os peixes não me causam muita satisfação.

Definitivamente, não gosto de comer peixe. Se eu estivesse no meio daquela galera durante o milagre da multiplicação de Jesus, talvez eu ficasse meio incomodado pra comer aquela receita, exótica pra mim.

Jesus deu conta de alimentar muita gente no deserto. A condição daquele povo, naquele lugar, não permitia muita frescura. Não era queijo com goiabada; era pão com peixe – ugh!


Esse milagre significa que Deus improvisa muito bem e usa, de um jeito magistral, os instrumentos que tem nas mãos. Acho que não tinha espinha naquele peixe; dava pra comer, tranquilão.

Deus nos ampara e cuida de nós, mesmo que pareça que Ele não se importa com os nossos gostos.

Que você se sinta nas mãos de Deus, e que você possa ser usado por Ele de um jeito magistral.


2 comentários:

  1. Gosto de bacalhau mas não gosto de todos os outros peixes.Quanto ao texto sim, desejo ser usado nas mãos de Deus todos os dias. Um abraço,amigão!

    ResponderExcluir

Participe também, comentando!