sexta-feira, 6 de novembro de 2015

PERSPECTIVAS



PERSPECTIVAS
(Por Denize Vicente)

Faz algum tempo, eu comentei aqui no blog sobre respostas de Deus à oração.
Geralmente, quando pensamos nesse tema, nos ligamos naquele que ora e espera a resposta vir. Mas há outro jeito de encarar esse mesmo assunto... Em algum lugar, neste momento, alguém está orando e pedindo alguma coisa a Deus... E há tantos milhões de respostas como há milhões de pedidos!

Alguns estão orando, neste exato momento, pedindo paz no meio da desarmonia familiar; outros, pedindo a cura para um diagnóstico recebido; tem gente pedindo conforto porque perdeu alguém que amava; gente implorando por uma ideia que lhe faça sair da mesmice em que se encontra; gente suplicando uma providência divina para alimentar sua família quando, sem emprego, já não tem nada para oferecer aos filhos amanhã de manhã... Agora mesmo deve haver alguém pensando em suicídio e esperando que Deus lhe mostre uma saída que não seja a morte; e outro alguém que já gastou todas as suas economias, mas ainda tem uma conta para pagar na próxima semana, e não tem de onde tirar o dinheiro...

Semana passada eu fui ao posto de gasolina abastecer o carro. Depois de colocar o combustível, deixei o carro no estacionamento e pensei em caminhar até o shopping, para almoçar. Era um dia daqueles em que você não está com muita vontade de cozinhar, o carro está sem gasolina, você está de folga do trabalho... junta tudo e vai pra rua. Estacionei num lugar diferente do que costumo parar e ainda voltei duas vezes pensando em trocar de vaga. Talvez fosse Deus retardando meus passos para que tudo acontecesse a tempo.

Enquanto atravessava o grande estacionamento, eu pensava nas coisas que teria pra fazer, depois do almoço. E ainda meio distraída eu vi, uns passos adiante, uma senhorinha que empurrava seu carrinho de compras, depois de sair do supermercado ao lado. Apressei os passos e enquanto ela parava o carrinho para pegar suas compras, cheguei ao seu lado e sem assustá-la, perguntei gentilmente:
- A senhora quer que eu ajude a carregar as bolsas?

Ela me olhou surpresa, sem susto, e apenas sorriu para mim...Quando estiquei os braços para pegar as sacolas, ela disse:
- Pegue essas aqui, que estão mais leves.
Sorrindo, eu perguntei que espécie de ajuda seria aquela se eu pegasse as mais leves e deixasse justamente as mais pesadas para ela levar, ao que ela, mais uma vez, apenas sorriu.

Chegando à escadaria, peguei as demais sacolas que a senhorinha carregava, para que ela pudesse descer com mais segurança; e caminhamos juntas até o ponto de ônibus.

Naquele momento eu fiquei feliz... quando ela me olhou e disse assim:
- Eu estava andando, ali, e perguntando a Deus como eu faria pra descer aquelas escadas... Pedindo a Ele que me ajudasse... Obrigada, minha filha. Deus te abençoe.

Foi a minha vez, então: eu apenas sorri.

Esperei até que seu ônibus chegasse, para que ela subisse e só então pegasse de volta as sacolas, pensando em como aquela senhorinha conseguiria carregar aquele peso todo, dentro do ônibus, e pedindo a Deus (agora era a minha vez) que lhe desse forças. Naquele exato momento, enquanto ela subia as escadas, um moço me viu com as sacolas na mão e perguntou se eu queria ajuda... Ele esperou que a senhorinha subisse pela porta de trás, entrou pela porta da frente levando todas as sacolas dela, e o ônibus partiu. Antes disso, ela me abraçou forte e segurando carinhosamente o meu rosto disse novamente:
- Deus te abençoe, minha filha.

Quando pensamos em respostas à oração, geralmente nos ligamos naquele que ora e espera a resposta de Deus. Mas há outra perspectiva, na mesma cena... É quando VOCÊ é a resposta de Deus à oração de alguém.

Naquela tarde, eu fui a resposta de Deus à oração de uma senhora que precisava carregar suas sacolas de compras e não tinha forças pra isso. Eu e aquele moço. E todos os dias podemos ser a resposta divina para a oração de alguém.

Provavelmente, ela chegou do mercado grata a Deus pela súplica atendida. Eu saí de lá grata por ter sido a resposta de Deus à sua oração. Que sensação maravilhosa!!

Oportunidades não faltam. Porque as orações são muitas. De todas as espécies são as necessidades humanas.

Peça a Deus, hoje, para ser a resposta dEle à oração de alguém. E experimente a sensação incrivelmente fantástica de ser um propagandista da Sua bondade. Esteja disponível pra Deus. Isso nos faz muito, muito bem!

4 comentários:

  1. Isso faz lembrar uma passagem que diz mais ou menos assim: "dá mais alegria em dar do que receber". Atitudes pequenas para nós, grandes para quem as recebe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! É a alegria de servir. Servir de apoio, de ajuda, de abraço, servir financeiramente, servir com nosso tempo, com nossa atenção... Tudo serve!!

      Excluir
  2. Amém!!! Muito interessante! Que nós sejamos a resposta, sempre.

    ResponderExcluir

Participe também, comentando!