sábado, 11 de julho de 2015

CONVICÇÃO

CONVICÇÃO
(Por Jackson Valoni)

De onde vem a insistência? Teimosia implicante ou convicção?
O filósofo Sócrates foi condenado à morte por um aluno, acusado de blasfemar contra os deuses gregos, corromper a juventude e ameaçar a democracia.

Sócrates tinha tudo para se defender, um ótimo advogado à disposição, mas ao ouvir o discurso daquele que o defenderia, recusou, pois o filósofo tinha prazer pela verdade. Tudo poderia ser mascarado. O sentido daquela acusação poderia ser corrompido, mas Sócrates trairia a si mesmo se assim o fizesse.

Sócrates pensava nas leis, dava vida a elas, conversava, questionava as leis, mas as respeitava. Tal é o motivo que o levou a morte. Diria até que tenha sido um mártir da democracia.

Deus nos deu algumas leis, leis eternas, que têm o papel de nos aproximar de Jesus. (Gálatas 3:24)

É pela fé em Deus que seguimos essas leis e, quando nos aproximamos e conhecemos melhor a Jesus, com tais leis, recebemos a paz de Deus. (Romanos 5:1)

Sócrates era convicto do que acreditava, independentemente das consequências que isso lhe poderia causar. Que nós sejamos convictos de bons princípios, independentemente do que irão pensar sobre nós. Deus vê além.


"Quem teme ao homem arma ciladas, mas o que confia no Senhor está seguro." (Provérbios 29:25)

2 comentários:

  1. No mundo atual, Cada vez mais precisamos dessa inabalável firmeza de princípios. Que Deus nos fortaleça!

    "A vitória é certa, se tivermos fé. Pois é o Senhor que vai diante de nós. Forte e decidido, cheio de poder. Pra onde seguirmos pela fé, a vitória é certa. Deus à frente está" (Só pela fé. Letra e musica - Evaldo Vicente).

    ResponderExcluir
  2. Pamela H. Moreira14 de julho de 2015 11:13

    Fé é fidelidade. Quando aceitamos Cristo como nosso Salvador e Criador, aceitamos Suas orientações e mandamentos, sentimos prazer em seguí-Lo por crer em Sua sabedoria. Deus quer o nosso melhor, Suas palavras não são vãs e são eternas.

    ResponderExcluir

Participe também, comentando!