quinta-feira, 7 de abril de 2016

SEJA A MUDANÇA

SEJA A MUDANÇA
Por Carina Baptista

Oi pessoal, tudo bem??

"Seja a mudança que você quer ver no mundo". Essa frase ficou martelando na minha cabeça durante os poucos segundos que tive para decidir se eu voltava ou se ia embora apenas reclamando da atitude errada que presenciei na rua, sem fazer nada a respeito.

Eu estava indo para casa, como sempre, de bicicleta. Quando prestes a sair do condomínio onde trabalho para pegar a rua que dá na minha casa, vi um menino, com roupa de escola, jogar três montinhos de papel no chão, com uma lixeira a alguns passos dele.

Quando vi aquilo fiquei indignada. "Como pode um menino que está estudando fazer uma coisa dessas? Ele não assiste nem lê jornal?", pensei. Foram poucos segundos para pensar. Eu passei por ele, e não fiz nada. Absolutamente nada para mudar a situação!

Continuei a pensar: Eu sou tão ruim ou pior do que ele... Eu o acusei, esperei algo melhor dele e agi exatamente da mesma forma. Ele ignorou sua responsabilidade, como pessoa, de manter seu local limpo e apropriado. Ele ignorou que quando chove as ruas enchem porque os bueiros estão abarrotados de lixo. Eu não joguei lixo no chão, mas fui conivente ao deixá-lo por lá. Eu tinha duas escolhas: continuar reclamando do cara e, simplesmente, ir para casa, afinal, o problema não era meu, ou tentar ajudar, de alguma forma.

Dei meia-volta com a bicicleta, fui até o meio da pista, peguei os papéis que eu não havia jogado no chão e os coloquei no lixo. Isso não demorou nem 2 minutos, e me deixou feliz por não ser tão orgulhosa a ponto de não perceber que, mesmo quando fazemos uma escolha errada (no meu caso, inicialmente era, exatamente, não fazer nada a respeito), podemos nos dar uma chance de acertar. Existem coisas na vida que podemos voltar e refazer (mesmo que fique uma marquinha da primeira tentativa). O importante é sempre procurar fazer o seu melhor com as ferramentas que você tem. No meu caso, só precisei das mãos.


Fiquei feliz por ter voltado. A felicidade ofuscou a tristeza pelo menino que sujou o chão.

Essas coisas têm me feito amadurecer... Ou talvez seja porque estou amadurecendo (leia-se: ficando velha) é que estou mais consciente de certas coisas...

Nós queremos muitas mudanças neste mundo, mas estamos muito ocupados vendo o que os outros podem melhorar.

Minha dica de hoje é que você busque sempre ser uma pessoa melhor, do bem, de bem com a vida e com Deus, uma pessoa que busca sempre o melhor e que não tem vergonha de voltar, se preciso for, para corrigir e seguir novamente.

Um beijo e até semana que vem!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!