sexta-feira, 8 de abril de 2016

TRABALHAR NÃO É SUFICIENTE


TRABALHAR NÃO É SUFICIENTE
Por Denize Vicente

“Hoje é sexta-feira. Semana praticamente encerrada.”
Com essas palavras, Carlos Alberto Sardenberg inicia o seu programa de rádio, às sextas, e eu começo o meu texto de hoje.

Você, que trabalha ou estuda, sabe o que é um trabalho em grupo. E talvez saiba a diferença, não tão sutil, entre trabalho em grupo e trabalho em equipe. “Ou não”. Como diria Caê.

Eu queria falar sobre esse assunto, hoje, porque daqui a dois dias começa uma nova semana e você vai reiniciar seus trabalhos (em casa, na faculdade, no seu emprego...). Provavelmente, terá a oportunidade de trabalhar com outras pessoas. E seria bem legal se você tirasse uns minutos para ler este texto até o fim...

Faça de conta que você e mais duas outras pessoas estão trabalhando numa plantação de feijão. Cada um recebe o salário correspondente ao seu dia de trabalho. E o trabalho funciona assim: há uma fila formada por vocês três e você é o primeiro; você cava o buraco, o segundo da fila joga a semente e o terceiro tapa o buraco. Cada um do grupo se preocupa apenas em realizar a sua tarefa, e não entende nada a respeito da importância do trabalho dos outros dois caras; é “cada um por si”.

Beleza.
E aconteceu que, certo dia, o segundo cara da equipe faltou ao trabalho por motivo de doença; porém, a produção não parou, até porque cada um recebe o salário correspondente ao seu dia de trabalho, e os dois que vieram (você e o terceiro da fila) sabiam muito bem qual era a sua tarefa, a sua responsabilidade, não havendo a menor necessidade de um líder para dar as orientações, correto? Você cavava o buraco, o segundo não jogava a semente (pois havia faltado), mas o terceiro tapava o buraco. E o dia foi seguindo. O trabalho foi feito e prosseguiu assim o dia inteiro...

Isso é trabalho de grupo.

Se vocês trabalhassem como equipe, conhecendo a importância do trabalho de cada membro, tendo visão e objetivos comuns, com certeza vocês diriam:
- “Eita! Nosso colega faltou... Vamos ter que chamar alguém ou mudar o modo como estamos plantando, ou nosso trabalho será improdutivo.”.

Pois é...
A Bíblia traz outro exemplo de trabalho em equipe. E nos dá uma aula de organização, planejamento e união, ao contar a história da reconstrução dos muros de Jerusalém.


O capítulo 2 do livro de Neemias nos conta que Jerusalém estava desprotegida, com seus muros e portões caídos, destruídos e abandonados, e que Neemias - um cara determinado, que largou a vida sossegada que levava no palácio, onde era copeiro do rei Artaxerxes, na Pérsia, para servir a um povo aflito e desencorajado, como governador da Judéia -, depois de inspecionar aquelas ruínas em uma operação noturna e secreta (cap. 2:11-16) começou a trabalhar sozinho na reconstrução, até que percebeu que a obra exigia uma equipe de trabalho.

Na verdade, há uma coisa interessante que a gente observa no capítulo 1 desse livro (v.5-7): Neemias reconhece que é parte do problema - ele fala do tanto de vacilos e pecados que ele mesmo cometia -, mas que precisa ser também parte da solução de Deus.

No capítulo 4 do mesmo livro, a partir do verso 16, você encontra a narrativa de um trabalho de sucesso, feito em equipe, e aprende que, nesse sistema, cada um tem a sua função, mas que todos trabalham com o mesmo objetivo; todos se unem, se importam com a estratégia e se preocupam com o resultado, que, no caso da nossa história, apareceu depois de quase dois meses de trabalho. (Neemias 5:15 – “As muralhas foram terminadas no dia vinte e cinco do mês de elul, depois de cinquenta e dois dias de trabalho.”)

Experimente mudar a sua visão, no seu emprego, na igreja, na faculdade, e até em casa. Comece a perguntar a si mesmo que tipo de trabalho você vem fazendo com o seu grupo (familiar, profissional, comunitário, religioso etc.). Tem trabalhado em equipe ou é "cada um no seu quadrado"? Você precisa ter em mente que toda equipe é um grupo, mas nem todo grupo é uma equipe.

Planeje, estabeleça estratégias, seja parte da solução, faça a sua parte, inclusive para que todos entendam e assumam o mesmo propósito, ainda que você não seja o líder da equipe. 
Pense bem!

O texto de hoje termina aqui, mas se você tiver à disposição mais um minuto e cinco segundos, aproveite para ler nas próximas linhas o trecho que eu citei lá em cima (Neemias 4:16-23) e perceba como o sucesso está intimamente ligado à organização, ao planejamento e à união. E tenha bons dias, nas próximas semanas de trabalho:

Neemias 4:16-23

Daí em diante, metade dos homens trabalhava enquanto os outros ficavam de guarda, armados com lanças, escudos, arcos e flechas e armaduras. E as autoridades deram todo o seu apoio às pessoas que estavam reconstruindo a muralha. Cada pessoa carregava materiais de construção numa das mãos e na outra carregava uma arma. E todos os que trabalhavam levavam uma espada na cintura. O vigia, que devia tocar a corneta para dar o alarme, ficava perto de mim.
E eu disse ao povo, e aos seus oficiais, e às suas autoridades:
— O trabalho é muito espalhado, e por isso nós ficamos muito longe uns dos outros nas muralhas. Se vocês ouvirem a corneta tocando o alarme, reúnam-se em volta de mim. O nosso Deus lutará por nós.
E assim, todos os dias, desde o nascer do sol até a hora em que as estrelas apareciam de noite, metade de nós trabalhava nas muralhas enquanto os outros ficavam de guarda, armados com lanças.
Nessa mesma época, eu também disse aos encarregados do trabalho que eles e todos os seus ajudantes precisavam passar a noite em Jerusalém, para que assim nós pudéssemos trabalhar de dia e servir como vigias da cidade à noite. Nem eu, nem os meus companheiros, nem nenhum dos meus empregados ou guarda-costas tirávamos as nossas roupas, nem mesmo para dormir. E todos nós estávamos sempre com as nossas armas nas mãos.


9 comentários:

  1. Respostas
    1. Que bom receber sua visita!! Isso, sim, é fantástico e muito bom! :)

      Excluir
  2. Muita criatividade e percepção. Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal ter vc aqui tb, Damião!! Seja bem-vindo!
      Tá vendo como concorrer ao prêmio ampliou nosso alcance? Chegamos a vc!!

      Excluir
  3. Muita criatividade e percepção. Adorei!

    ResponderExcluir
  4. Ótima história e grande lição. ....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rô! Oi, priminha! A gente precisa mesmo manter isso em mente, né? Acho que a gente fez tanto trabalho "de grupo" no colégio e na facul, que isso ficou na cabeça da gente... Ta na hora de ficar ligado. #sóacho
      Beijos!!
      Saudades!!!
      (Amei ver você por aqui!)

      Excluir
  5. Texto bom para refletirmos e aplicarmos aos dias de hoje, pois mostra o quão importante é (e sempre foi) o trabalho em equipe. Com ordem, decência e a ajuda de Deus, o resultado só pode ser satisfatório para todos.
    "Quão bom e quão maravilhoso é que os irmãos vivam em união".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Em união, com planejamento e organização. Vamos praticar!!

      Excluir

Participe também, comentando!