quinta-feira, 18 de junho de 2015

TUDO EM SEU LUGAR


TUDO EM SEU LUGAR
(Por Carina Baptista)
Oi pessoal, tudo bem? Como está a semana de vocês?

Quem ai é organizado? Gosta das coisas arrumadinhas? Tudo em seu devido lugar?  Outro dia, eu estava em casa e tinha uma missão: arrumar meu quarto. Trabalho de segunda a sexta; no sábado me ocupo com as atividades da igreja que frequento e com projetos voluntários; no domingo, geralmente, deixo para colocar as coisas em ordem. Gosto demais das coisas organizadas, gosto de caixas, de porta-trecos, prateleiras, mas, infelizmente, não sou uma pessoa organizada, por natureza. Tenho tendência a bagunçar, mesmo preferindo, um milhão de vezes, tudo arrumadinho; é contraditório, mas é verdade! Pois é, Freud explica e o Apóstolo Paulo também. Mas isso é assunto para o próximo texto.

A organização deve ser presente em nossa vida. Nada como ter uma casa limpa com tudo em seu devido lugar. Já reparou quanto tempo perdemos quando temos que procurar por algo? O quanto aproveitaríamos se os objetos estivessem em seu devido lugar e não tivéssemos que perder tempo procurando as coisas? Bom, separei algumas dicas que funcionam comigo e espero que funcionem com vocês também:

1 - Não se acostume com a bagunça:
Se você começar a achar normal viver num ambiente desorganizado terá dificuldade de sentir necessidade de mudança. Coloque na sua cabeça que ser organizado vai causar impacto na sua saúde.
2 - Defina o lugar das coisas:
Uma grande dificuldade que eu tinha no meu quarto era encontrar lugar para guardar as coisas. Comprei caixas organizadoras, cestinhos e reutilizei caixas de sapato (para guardar os próprios sapatos no armário) e caixotes de feira para fazer de nichos. Isso me ajudou bastante e fica muito mais fácil na hora da arrumação, sem contar na hora de pegar algo.
3 - Jogue fora o que não presta:
Você é daquelas pessoas que guarda tudo, de trabalhos da escola a papeis de presente? Pare! Pense! Você não vai precisar dessas coisas! Na maioria dos casos, quando precisamos de algo acabamos comprando um novo. Claro que estou falando de objetos que, de fato, não poderão ser reaproveitados. Eu, por exemplo, tenho uma caixinha onde deixo fitas, adesivos, papeis especiais que sobraram, para utilizar em novos projetos, mas eles estão devidamente organizados e sei onde encontrar tudo. O que indico neste item é que você se desfaça de coisas que sabe, mesmo que lá no fundo, que não serão úteis.
4 - Organize por finalidade / utilidade:
Procure entender o que você tem para ser organizado e monte grupos de finalidade. Por exemplo: itens de higiene, maquiagem, material de escritório, livros etc. Isto ajuda muito, principalmente na hora de ver o que pode ser jogado fora.
5 - Não desista!
Como eu disse no começo do texto, a organização nem sempre vem de fábrica. Mas devemos alimentar o desejo de ser organizados. Ter uma vida organizada é fundamental para sermos pessoas mais saudáveis.

Lembrando que meu objetivo, aqui, não é disseminar “a neura da limpeza”, mas instigar o desejo por uma vida mais leve, sem desesperos na hora de procurar algo ou se arrumar. Leve a organização para todos os lados da sua vida. No trabalho, na igreja, na escola/faculdade, nos relacionamentos. Jogue fora tudo que não faz bem à saúde ou polui a atmosfera. Tenha certeza de que acumular coisas neste mundo não nos leva a lugar nenhum. Sobretudo, pense no tempo de sobra que terá para realizar atividades que farão você realmente feliz!

Um beijo e até semana que vem!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!