sábado, 12 de novembro de 2016

SUSTO


SUSTO
Por Jackson Valoni

Levantei da cama assustado. Um som pulsante parecia vir de dentro da minha casa. Fiquei paralisado num instante. Percebi que aquele barulho vinha da rua, e estava ficando mais alto. Era como se jogassem pedras nas telhas das garagens dos vizinhos.

Desci pelas escadas até a porta da rua e então vi que, realmente, estavam caindo pedras do céu. Uma chuva de granizo sacudiu a madrugada de sexta para sábado.

Subi rápido novamente ao meu quarto para chamar minha esposa para ver aquele fenômeno inédito pra mim. Eu estava como uma criança que acabou de ver um raio pela primeira vez. Mas tão logo as pedrinhas de gelo despencavam do céu, as águas da forte chuva prosseguiam no cortejo gelado.

Às vezes a gente se assusta com algumas coisas que acontecem, mas depois que a gente para pra organizar as ideias percebe que nem tudo é tão complicado assim.

Jesus prometeu certa vez: "O que vem a Mim de maneira nenhuma o lançarei fora.". (João 6:37)


Do mesmo jeito que foi a minha primeira reação ao ouvir o som da chuva de granizo, temos medo do que poderá acontecer conosco mesmo que nada tenha acontecido.

Evitamos, inúmeras vezes, oportunidades de melhoras porque o som que as precede abafa a noção dos resultados que virão logo depois. Da mesma forma, muitas pessoas ignoram o que Deus quer nos falar - seja por meio de outros amigos ou da própria Bíblia - porque há preconceitos dentro do nosso coração.



Às vezes Deus tira nosso sono, nos assusta e até parece nos abandonar. É nessas horas que devemos buscá-lO ainda mais - não o Deus inacessível que, muitas vezes, criamos em nossa mente. "Na sua tribulação clamam a Jeová, E Ele os tira das suas angústias. Torna a tempestade em bonança, De maneira que acalmam as ondas." (Salmos 107:28, 29)

Busque a Deus enquanto ainda dá tempo. (Leia Isaías 55:6-13; é muito bonito.)

Tenho visto como eles agem, mas eu os curarei e os guiarei; eu os consolarei. Nos lábios dos que choram, colocarei palavras de louvor. A todos ofereço a paz, paz aos que estão perto e aos que estão longe; eu os curarei." (Isaías 57:18, 19)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!