sexta-feira, 7 de outubro de 2016

DEPENDE DE QUEM?


DEPENDE DE QUEM?
Por Denize Vicente

Ivan Lins é um Compositor brasileiro que também é Cantor, Pianista e Químico formado pela UFRJ (alô, Pamela e Dudu!). Ivan Lins deve ter uns 50 anos de idade, eu acho. (Como não confio nos meus cálculos, fui procurar ver a idade dele, no Google, e fiquei bege! Esse menino fez 70 anos agora, dia 16 de junho, gente!)

Voltando...
Esse músico fantástico compôs u’a música igualmente fantástica, que foi tema de abertura de um programa de TV dos anos 80 chamado “A Turma do Balão Mágico” (olha eles aí de novo, Jobs!), e que foi relançada na “Trilha das Chiquititas”, em 2014. Fala de disposição para fazer as coisas e mudar o cenário; fala de encarar o desafio de “fazer acontecer”.

Eu fico bem triste quando às vezes ouço pessoas vendo algumas situações e dizendo que “é preciso entregar nas mãos de Deus”, como se a gente não fosse responsável por nada – ou pelo menos não tivesse a obrigação de fazer alguma coisa, melhorar o mundo, começar.
 

Eu gosto muito de música. E antes de transcrever pra você a música do Ivan Lins (“Depende de nós”), eu queria escrever aqui os versos de outra, que eu já cantei muito, muito mesmo, e acho que é do Williams Costa Junior (#sóacho):

“Eu quero o mundo melhorar / a começar em meu viver / Sorrir sempre que a tristeza me assaltar / e assim eu serei feliz / Trocando o ódio pelo amor / fazendo sempre o bem / Amando a todos sem distinção / terei saúde e paz no coração.”

A Bíblia também fala nisso. Coloca as coisas no seu devido lugar. Quer um exemplo? A gente lê em Apocalipse 3:20: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.”. Ora, depende de quem, abrir a porta pra Jesus entrar e jantar com a gente, vir todos os dias, morar lá em casa? Ele não vai arrombar a porta e entrar. Então, depende de nós; não tem nada com “se Deus quiser”, ou “colocar (a porta) nas mãos de Deus”.

Entende o que eu quero dizer? A parte de Deus, muitas vezes, é entrar com o milagre. O impossível eu não tenho a menor dúvida de que não depende de nós; é com Ele. Mas abrir a porta, acreditar, ter esperança, armar o circo e rir como criança... depende de nós.

E você vai ver, se fizer a sua parte, que os maiores desejos vão acontecer: ventos cantando nos galhos, folhas bebendo o orvalho, o sol descortinando as manhãs e o riso no ar, de verdade, sem ser em sonhos... 

DEPENDE DE NÓS

(Ivan Lins e Vitor Martins)

Depende de nós
Quem já foi ou ainda é criança
Que acredita ou tem esperança
Quem faz tudo pra um mundo melhor

Depende de nós
Que o circo esteja armado
Que o palhaço esteja engraçado
Que o riso esteja no ar
Sem que a gente precise sonhar

Que os ventos cantem nos galhos
Que as folhas bebam orvalho
Que o sol descortine mais as manhãs

Depende de nós
Se este mundo ainda tem jeito
Apesar do que o homem tem feito
Se a vida sobreviverá

Depende de nós
Quem já foi ou ainda é criança
Que acredita ou tem esperança
Quem faz tudo pra um mundo melhor

Lá, lá, lá, lá, lá...


Uma vez, Jesus foi a uma festa de casamento (detalhes em João 2:1-12). Dependia dos noivos preparar a decoração, o ambiente, a música, a comida e a bebida, pra que todos ficassem felizes durante a festa. E eles fizeram isso. Não tinha essa de “seja o que Deus quiser” nem de “Jesus proverá”. Eles tinham que fazer acontecer. Calcularam as despesas, pensaram nos detalhes, arrumaram as coisas. Fizeram a parte deles. Mas festa, você sabe como é... se estiver boa, o povo vai ficando até tarde, vai comendo, bebendo e não se lembra de ir pra casa. E aí, em determinada altura do campeonato, ou melhor, do casamento, a bebida acabou. Não vou contar o final da história (que você já conhece ou imagina), mas eu posso lhe dizer que mesmo na hora em que a mãe de Jesus deu um toque nEle, dizendo: “- O vinho acabou, meu Filho...” - não simplesmente contando o que tinha acontecido, mas sugerindo que Ele fizesse alguma coisa -, o Mestre colocou as coisas no lugar: “- Peraí, mãe, ainda não está na minha hora...”.


Sabe, nem tudo depende só da vontade de Deus. Neste grande conflito entre o bem e o mal, as coisas, quando são para o bem, são da vontade de Deus; mas existe a sua parte, antes que chegue a hora dEle. Talvez você precise arrumar a decoração, primeiro, providenciar alguma comida pra festa, e bebida também, pra que depois Deus chegue com a melhor parte. Talvez você precise primeiro contagiar as pessoas com esperança, pra que então Deus chegue com o milagre da cura... Talvez seja preciso você puxar a cortina e abrir a janela pra que depois Ele mande o sol. Abrir a porta pra Ele entrar.

“Depende de nós.” Se você não conhece a música, vale a pena ouvir e aprender. E se esquecer a letra durante o dia, cante a parte do lá lá, lá, lá, lá... Funciona do mesmo jeito!

E saia por aí disposto a melhorar o mundo. Começando com a sua vida.
Experimente.

 Versão em Inglês, gravada no álbum “Confetti”, de Sérgio Mendes - 1984

 
________________________


Referências:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!