sábado, 3 de dezembro de 2016

NENHUM FIM

NENHUM FIM
Por Jackson Valoni

Não imaginei que fosse viver pra fazer isso! No dia 2 de novembro, eu e alguns amigos fomos ao cemitério logo pela manhã. No dia anterior havíamos ensaiado algumas músicas para cantar no Dia de Finados com o objetivo de confortar pessoas que tinham perdido seus queridos e se dirigiriam até aquele lugar para lamentar a perda, com o acender de velas, rezas, orações e lágrimas nos arredores das lápides.

Entre uma sequência de músicas e outra, chegávamos até um grupinho de pessoas reunidas em determinada sepultura e perguntávamos se poderíamos fazer uma oração e cantar algumas músicas que levassem a elas a esperança de que um dia não precisaremos mais chorar pelos nossos amores que se foram.

Ninguém recusou nosso convite; pelo contrário, todos nos receberam de um jeito muito amistoso.


Tinha música que eu não conseguia cantar, especialmente o hino "Lindo País" - que conta sobre um lugar especial, onde não haverá mais morte -, porque me emocionava enquanto cantava: "Vejo os amigos já ressuscitados / E todos nós o nosso bom Jesus louvar".

Pessoas más e boas morrem. Vi lápides de crianças; um homem estava na lápide de sua esposa que havia morrido há duas semanas; vi um homem que estava colocando uma cruz de madeira muito simples sobre a cova de seu ente querido que havia falecido recentemente...


Eu não sei consolar pessoas que estão vivendo a dor da morte de alguém; por isso não me imaginava realizando esse tipo de atividade no cemitério. Também não sei o que eu gostaria de ouvir em momentos como esse. Quando minha avó faleceu, perdoe minha sinceridade, nada do que me disseram amenizou minha saudade, embora tenha ficado feliz com o carinho mostrado a mim.

Nossos parentes podem partir, amigos podem se distanciar, mas estar ao lado de Jesus em momentos destruidores como a morte nos ergue com a esperança de revê-los, em paz, restaurados.

"Pois eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, jamais haverá memória delas." Isaías 65:17



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!