sábado, 17 de dezembro de 2016

DESCOBRIRAM



DESCOBRIRAM
Por Jackson Valoni

O filme O príncipe do Egito conta a história de um povo liberto da escravidão. Um rapaz, chamado Moisés, embora fizesse parte desse povo escravo (hebreu), foi criado pela filha de Faraó, rei do Egito. Moisés foi criado pra ser rei, ter tudo ao seu dispor, mas, após testemunhar agressões de um dos soldados egípcios contra um dos pobres hebreus, “o príncipe do Egito” resolve fazer justiça com as próprias mãos e mata o soldado do poderoso país de seu avô adotivo. Não foi um crime acidental; foi consciente. Tão consciente que ele tentou se certificar de que não havia ninguém por perto, antes de assassinar o egípcio que espancava o hebreu. Ele chegou a esconder o corpo do defunto sob a areia!


Logo no dia seguinte, enquanto esticava as pernas pelos arredores do palácio em que vivia, reparou que dois hebreus brigavam, sendo que um batia no outro, assim como o egípcio fazia no dia anterior. Até que Moisés tentou intervir, e se intrometeu naquele bafafá, protegendo o rapaz que estava apanhando; e perguntou pro fortão: “Por que espancas o teu próximo?”.

E o fortão respondeu: “Quem te pôs por príncipe e juiz sobre nós? Pensas matar-me, como mataste o egípcio?”.

Moisés se deu mal e sentiu na pele as consequências de seus erros. Ele percebeu que mentira tem perna curta (e que omissão é um tipo de mentira – e que não existe crime perfeito {caramba, quanta conclusão!}).

“Com certeza o descobriram”, pensou Moisés ao ouvir a resposta do fortão. As areias do deserto devem ter revelado o corpo da vítima, além das possíveis pessoas que testemunharam aquela cena. Paredes têm ouvidos, areias do deserto também.

Faraó temeu que a atitude daquele escravo metido a nobre pudesse aquecer os ânimos hebreus que, assim, poderiam se rebelar contra os maus-tratos egípcios. Faraó nunca poderia deixar de contar com a força de trabalho daquele povo que já estava há 200 ou 400 e poucos anos sob o poder do Egito. A ordem foi dada, Faraó mandou matar Moisés como lição e prevenção de uma possível revolta escrava. “Vai que eles percebem que são muito mais do que nós?”, deve ter pensado Faraó.



O início da história de Moisés mostra um homem que tomou atitudes movido pelo momento. Pensou em ser um herói do momento, pensou em ser um juiz do momento, mas no momento em que percebeu que não tinha tanta moral assim, teve que fugir da vista de todos, por ter sido jurado de morte, e também por vergonha – ele já não era bem quisto por ninguém, hebreus nem egípcios.

Se às vezes é difícil esconder algumas coisas ruins da nossa vida para outras pessoas, saiba que Deus não está alheio a nada do que fazemos. “Não existe nenhum lugar, por mais escuro que seja, onde um pecador possa se esconder de Deus.” Jó 34:22 – (NTLH)

Eu me coloco no lugar de Moisés. Sinto vergonha de alguns deslizes que eu cometi na minha vida e, realmente, não gostaria que as pessoas chafurdassem nesses fracassos. A pessoa que sou, talvez apenas Deus possa conhecê-la totalmente, em detalhes.

Moisés viveu 40 anos no deserto após ter fugido do Egito, e foi lá, no deserto, que ele se reencontrou e formou seu lar. Lá, ele encontrou uma família que o acolheu, lá ele se casou e teve filhos.

Foi lá também que ele encontrou Aquele que é a Verdade, que possui toda a integridade e que não precisa se esconder. Ele encontrou o “EU SOU” (Êxodo 3:14), no deserto, o próprio Senhor.

Quando levantardes o Filho do homem, então conhecereis que EU SOU, e que nada faço por mim mesmo; mas isto falo como meu Pai me ensinou. João 8:28

Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou. João 8:58


Jesus transformou a vida de Moisés, refez a história dele, e ele se tornou uma nova pessoa, que não agia de acordo com o próprio eu, porque passou a ter fé no grande EU SOU.

Permita que Deus ajude você a recomeçar sua vida, porque Ele pode resgatá-lo assim mesmo, do jeito que você está. Deus falou certa vez que, “ainda que desçam ao mais profundo abismo, a minha mão os tirará de lá; se subirem ao céu, de lá os farei descer.” (Amós 9:2). Deus é capaz de alcançar você; então, decida ser cuidado por Ele!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!