quinta-feira, 22 de junho de 2017

SEM QUERER QUERENDO

SEM QUERER QUERENDO
Vinícius Mendes

Pois a boca fala do que o coração está cheio. A pessoa boa tira o bem do seu depósito de coisas boas, e a pessoa má tira o mal do seu depósito de coisas más. Mateus 12:34, 35

Você já trocou sem querer o nome de uma pessoa muito próxima? Freud explica. Isso pode ter sido um ato falho, que, segundo a psicanálise, ocorre quando alguém diz o que está pensando e não o que quer dizer de fato. Nas palavras do personagem Chaves, foi “sem querer querendo”.


Assim, as pequenas confusões do dia a dia podem revelar as profundezas do chamado inconsciente, que, segundo Sigmund Freud, é a camada da mente onde são acumulados os sentimentos que não queremos reconhecer e expressar. Às vezes, eles rompem a barreira e aparecem na fala, causando desconforto.

Para que a linguagem dos cristãos seja pura e edificante (e sem atos falhos) é preciso alimentar a mente com conteúdo santo. O resultado é uma linguagem condizente com o que se espera de alguém que foi salvo por Jesus.

No entanto, se o coração não for exposto diariamente a Deus, o pecado tem acesso à mente, fortalecendo as trevas ao invés da luz. E o resultado será uma linguagem que pode, em algum momento, traduzir a podridão subterrânea da mente, tomando forma em palavrões, injúrias e grosserias.

No tempo de Cristo, os fariseus bancavam a imagem de santarrões. Procuravam demonstrar por meio de suas palavras e atos públicos uma suposta santidade que, em realidade, muitos deles não tinham.


Ao se posicionarem contra o Senhor, entretanto, estavam sendo traídos pelas próprias palavras, e o inconsciente mau e impuro deles vinha à tona, sem que percebessem. Queriam manter a posição de pessoas boas, mas, “sem querer querendo”, suas palavras contra Cristo deixavam claro quem eles de fato eram, ou seja, ímpios travestidos de gente boa.

Você não precisa ser traído por palavras que aparecem de repente. Abra seu coração para Jesus, e sua linguagem vai revelar somente a pureza de uma vida que aprendeu a amar a Deus sobre todas as coisas.


Neste dia, o Espírito Santo deseja fazer uma limpeza em seu coração. Se você permitir, toda vez que abrir a boca, as palavras revelarão amor e santidade que transbordam de sua vida. E até “sem querer querendo” você vai testemunhar de Jesus.




(Vinícius Mendes - SIGA O MESTRE – Inspiração Juvenil. Tatuí, SP, Brasil: CPB, 2017)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!