domingo, 6 de setembro de 2015

O QUE EU POSSO FAZER HOJE?

O QUE EU POSSO FAZER HOJE?
(Por Lucileide Santos)

Faz alguns meses que uma amiga me emprestou um livro (aliás, isso me lembra de que preciso devolvê-lo). Nele estão contidas as muito famosas, e as nem tão famosas assim, poesias de Mário Quintana. Mas vamos realmente começar do começo. Esse empréstimo aconteceu porque minha amiga em questão gosta muito desse autor e eu dizia que não conhecia muita coisa, mas o que conhecia não me chamava muito a atenção; então, ela me propôs que eu me aventurasse pelas muitas páginas, e são muitas mesmo, do volume único de poesias completas de Quintana.

Motivos e histórias à parte, falei tudo isso porque gostei de uma poesia simples, mas que me lembra muito de um conselho de um sábio.

“Envelhecer
Antes, todos os caminhos iam. 
Agora todos os caminhos vêm.
A casa é acolhedora, os livros poucos.
E eu mesmo preparo o chá para os fantasmas.”
(Mario Quintana. Sapato Florido, 1948)

Quintana fala sobre aquele passar dos anos que todos nós conhecemos! Anos vão e a idade vai chegando, e o mais legal é que no conselho que disse a vocês está contida uma maneira bem sábia de se utilizar desses anos que vão passando.

Observem:
Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que cheguem os dias difíceis e se aproximem os dias da velhice em que dirás: ‘Não tenho mais satisfação em meus dias!’” (Eclesiastes 12:1)

Lembrar-se do Criador não é apenas saber que Ele existe! É usar nossa juventude e força para trabalhar por Ele. Como? Bem, sendo gentil com o semelhante, servindo de amparo para o necessitado, cultivando boas atitudes e espalhando o amor por aí.

Enquanto somos jovens podemos tudo! Então, por que não nos concentrarmos em boas coisas? Não espere a velhice chegar para se voltar para o seu Criador e saber o que Ele espera de você.

Um domingo feliz para todos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!