terça-feira, 29 de março de 2016

SANSÃO – MEU HERÓI VACILÃO


SANSÃO – MEU HERÓI VACILÃO 
Por Airton Sousa

Eu, particularmente, sempre me assustei com a história de Sansão, um dos heróis da Bíblia, jovem encantador, com força descomunal e atração física fantástica. Deus tinha planos especiais para esse jovem e o escolheu ainda no ventre da sua mãe. Um início de vida impressionante e um final trágico.

Começou se envolvendo aqui e ali, desviando daqui e indo pra lá, e acabou caindo nos braços de Dalila que, com suas artimanhas, acabou descobrindo o segredo de sua força, que estava nos cabelos, e o transformou no bobo da corte. Um herói vacilão, bobão. Se você tiver um tempinho, leia a história completa na sua Bíblia, em Juízes, do capítulo 13 até o 16.

Sansão não é meu personagem favorito, justamente porque me pareço muito com ele. Calma, amigão, não estou dizendo que eu seja parecido fisicamente com ele; tenho lá meus encantos, minha força e minha beleza (amém?), mas refiro-me às falhas; essas, sim, semelhantes. Quantas vezes eu faço a coisa certa, mas por um motivo pessoal! Deixe-me ver como vou explicar isto... Por exemplo, você descobre que uma pessoa que você não gosta muito cometeu um crime hediondo e você tem que entregá-la à Polícia e você o faz. A coisa certa é essa: entregá-la para ser julgada. O motivo errado é: você só fez isso porque não gosta dela; para se vingar dela. Sansão era assim. Ele estava fazendo coisas em nome de Deus e do seu povo, mas por motivos pessoais e egoístas...

”Primeiro matou 30 homens e levou as vestes deles para sua festa de casamento a fim de pagar uma dívida. Depois destruiu as colheitas deles, quando sua esposa foi dada em casamento ao seu padrinho. A seguir, Sansão matou muitas pessoas como vingança pelo fato de que os filisteus tinham matado sua esposa e o pai dela. Quando os filisteus tentaram se vingar desse ato, ele matou mil homens com a queixada de um jumento. Por fim derrubou o templo deles e matou três mil pelo fato de que eles o haviam cegado.” (1). Sempre por seus próprios motivos.

A história não tem um final feliz, mas tem uma lição para mim, quando eu sinto minha vida paralisada, subjugada, e levanto e caio na mesma cilada por diversas vezes. Você se lembra da canção da MPB: “Tudo que eu gosto é ilegal, é imoral ou engorda.”? Como na vida de Sansão, tudo o que eu gosto me escraviza, me cega e me mata. A queda de Sansão começa desse jeito, quando confia muito em sua força e despreza a fonte dessa força. “Dalila fez com que Sansão dormisse no seu colo. Em seguida chamou um homem, e ele cortou as sete tranças de Sansão. 

Aí Dalila começou a provocá-lo, mas ele havia perdido a sua força.
Ela gritou: - Sansão! Os filisteus estão chegando!
Ele se levantou e pensou: ‘Eu me livrarei como sempre.’ Sansão não sabia que o Senhor o havia abandonado. Os filisteus o pegaram e furaram os seus olhos. Então o levaram para Gaza e o prenderam com correntes de bronze. E o puseram para trabalhar na prisão, virando um moinho. Mas o seu cabelo começou a crescer de novo.” (2).


É ali na sua prisão que tem a chance de refazer sua história, ajustar o GPS e programar um novo caminho. Então, ele faz a oração mais importante da sua vida. “E Sansão orou ao Senhor, dizendo: - Ó Senhor, meu Deus, peço que te lembres de mim. Por favor, dá-me força só mais esta vez. Deixa que eu, de uma só vez, me vingue dos filisteus, por terem furado os meus olhos.” (3)

Sim, Deus ouve a oração até dos caídos, quando saem de dentro do seu mundo particular e individual, largam a arrogância de lado e buscam ao Senhor. Eu mesmo, no meu deserto, gritei mais de uma vez: - Senhor, me abençoa só desta vez. Ou só mais esta vez.

No caso de Sansão, era a última vez mesmo, de verdade. Mas o Senhor o atendeu. É especialidade de Deus atender orações dos caídos. É também do Seu caráter estender as mãos e nos retirar do abismo mais profundo.

A lição de hoje é esta: Deus é maior do que minha derrota. O fracasso é apenas uma parada no caminho para ajustar os passos e mudar a rota. E é bom saber que no caminho sempre há uma opção para retornar. Pelo menos AINDA, por enquanto. 




________________________

Referências:
1) Lição da Escola Sabatina – Rebelião e Redenção, Editora Casa, página 27.
2) Juízes 16:19-22 (YouVersion - NVI)
3) Juízes 16:28 (idem)

4 comentários:

  1. Essa parada no caminho, para mim, na minha vida parece estar muito longa! Mais como você bem falar Deus é maior que... maior que tudo! Deus continue inspirando você amigão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes demora mesmo Paula, mas a gente sempre compreende isto: Deus é maior que tudo, muito mais. Deus abençoe você também e sua familia.

      Excluir
  2. Querida Lidia, obrigado pela visita. Abraço

    ResponderExcluir

Participe também, comentando!