domingo, 12 de junho de 2016

PRIMEIRO AMOR

PRIMEIRO AMOR
Por Pamela Henriques Moreira

Aqui no Brasil, no dia 12 de junho é comemorado o Dia dos Namorados. Dizem que a data está relacionada ao frei português Fernando de Bulhões (mais conhecido como Santo Antônio), devido às suas pregações religiosas nas quais destacava a importância do amor e do casamento. Não foi à toa que recebeu a fama de “santo casamenteiro”. Portanto, em nosso país, foi escolhida a data de 12 de junho por ser véspera do dia de Santo Antônio (13 de junho).

Noutro dia, ouvindo uma rádio, uma garota dava seu testemunho de como foi da igreja à prisão. Por conta de alguns atritos no grupo da igreja que participava, ela foi se afastando... e depois começou a andar com pessoas que praticavam crimes. Deixando tudo de lado, ela foi se envolvendo de tal forma que se tornou uma viciada em drogas e criminosa, acabando com uma sentença que a levou para a prisão por alguns anos. Depois de algum tempo, ainda na cadeia, ela se lembrou de seu primeiro amor - Jesus! Viu o quanto perdeu por se afastar dEle e quis voltar. Certamente, Ele a aceitou de volta, assim como aceita todos que quiserem estar em Seus braços. Deus é o único capaz de perdoar nossas traições e de esquecê-las como se não as tivéssemos cometido, se mostrarmos arrependimento (Isaías 43:25).


"Regozijemo-nos! Vamos alegrar-nos e dar-lhe glória! Pois chegou a hora do casamento do Cordeiro, e a sua noiva já se aprontou. Para vestir-se, foi-lhe dado linho fino, brilhante e puro. O linho fino são os atos justos dos santos." Apocalipse 19:7-8

Para um namoro virar casamento, é necessário cumplicidade e conexão direta. Assim é nosso relacionamento com Deus. À medida que estudamos Sua palavra, entendemos e conhecemos melhor Seu caráter, nós nos aproximamos mais dEle e nos tornamos cúmplices de Seus desígnios. Se estamos conectados a Deus, devemos aprofundar essa relação. A festa de casamento já está sendo preparada; devemos nos aprontar. Jesus vem buscar Sua noiva - Seus fiéis seguidores.

Esse casamento é a nossa Salvação; não deixe que intrigas e obstáculos interfiram em seu relacionamento com Deus. Aguardamos o noivo, mas o casamento ainda não aconteceu, ainda não habitamos na casa do Pai. Por isso devemos nos preparar, pois Cristo se sacrificou para nos santificar (Efésios 5:26) e deseja encontrar sua Igreja santa e sem defeito (Efésios 5:27). Se Ele nos achar infiéis, não haverá casamento e não iremos ao lar eterno com Ele.

Aquele que mais o ama já se preparou para o casamento e espera o seu "SIM". Esse casamento só acontecerá se quisermos, se nos envolvermos e não esquecermos que o namoro nem sempre vira casamento. Assim como renovamos votos, demonstramos carinho e perpetuamos nosso namoro e amor com um matrimônio, também devemos tratar nossa união com Cristo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!