quinta-feira, 8 de setembro de 2016

MELHOR NÃO?

MELHOR NÃO?
Por Carina Baptista

Oi pessoal, tudo bem??

Quem gosta de ouvir “não”, como resposta? Na verdade, ninguém gosta de ouvir “não”. Se fazemos um pedido, queremos um “sim” e ponto final! O "sim", geralmente, é mais bem recebido. Pergunte para alguém que acabou de pedir seu amor em casamento, que pediu uma oportunidade para trabalhar na tão sonhada empresa, pergunte para um pai de família que pediu um aumento no salário... Eles sabem o valor do “sim”. E o “não”?

Tem algumas situações em que o melhor, mesmo, é ouvir um sonoro “não”. Por exemplo: quando estamos no consultório médico esperando o resultado de um exame que pode indicar uma doença grave; na divulgação da lista de vítimas de uma catástrofe... Nessas, entre outras situações, o “não” é a melhor resposta. 


Comecei a pensar sobre isso quando fiz uma oração pedindo orientação e clareza para tomar a melhor decisão. O “não” apareceu quase que estampado em minha mente. Não foi um “espere” e muito menos um “sim”. Eram um N-A-O e um til bem definidos. A melhor parte? Sabia que era a resposta de Deus; e ao invés de ficar triste, meu coração se encheu de alegria - isso só aconteceu porque entreguei, totalmente, a decisão a Deus.

O rei Davi também teve que lidar com isso. Ele estava certo de que iria reconstruir o templo, mas teve que aceitar o “não” de Deus, pois Ele tinha planos muito maiores para a vida de Davi, e neles não estava incluída a construção de um templo, pelo menos naquele momento. Nem sempre o “não” de Deus vem para algo ruim. Às vezes, apenas não é o melhor momento para acontecer.

O mais importante é acreditar que, se cremos que Deus é amor e rege nossa vida, precisamos confiar que Ele fará o que for melhor para nossa felicidade, mesmo que isso custe algumas lágrimas, num primeiro momento.

Minha dica de hoje é: confie todos os seus sonhos a quem se interessa, realmente, por sua felicidade e sabe o que é melhor para você. :)

 
Um beijo e até semana que vem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!