quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

SORTE OU AZAR?

EM FEVEREIRO A GENTE VOLTA COM TEXTOS INÉDITOS E OUTRAS NOVIDADES!!
Até lá, continue com a gente,
refletindo sobre coisas que podem mudar o rumo da sua vida em 2017.

SORTE OU AZAR?
Por João Octávio Barbosa

Neste mês fará, exatamente, 18 anos da queda de parte (e posterior implosão do todo) do “Palace 2”, prédio que se situava no nobre bairro da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Se você é novo o suficiente para não lembrar, existe um site chamado “Google” que ajuda nesses casos.

Enfim, na verdade, isso não teve nada de engraçado. Oito pessoas morreram, e aquilo destruiu a vida de dezenas de moradores. A respeito desses infelizes, o que você diria: Azar? Destino? Plano de Deus?

Então, existe sorte? Por que morreram esses oito e o resto da Avenida das Américas sobreviveu? Hoje o artigo será polêmico. Porque já vi muitas opiniões contrárias a minha interpretação bíblica do assunto. Talvez nunca seja tão necessário você ler o texto até o final, especialmente minhas últimas palavras.

Hoje o perfil (ou seria grupo público post mortem?) sem curtidas será o dos “18 de Siloé”. Se possível, leia Lucas 13:1-5. Na época de Jesus, os judeus não acreditavam em sorte nem em azar. Se você fosse cego, só havia uma dúvida: ou você ou seus pais tinham pecado; ponto. Não era uma questão de acaso, era uma questão de punição. Jesus questionou esse pensamento ao citar esses 18 homens que morreram na queda de uma torre, num local chamado Siloé.

Vou ser direto: sob minha ótica, existe sorte e azar. Não estou me baseando apenas em Eclesiastes 9:11 (sempre vai ter um nerd levita que perguntará “Baseado em que texto da Bíblia?!?!?!”). Estou interpretando Lucas 13 diretamente.

Mas o nosso Deus não é Todo-Poderoso e Justo? Não sabe meu futuro, lê meu coração, muda o mundo todo para o bem daqueles que creem, faz os planos da minha vida sem que nem eu saiba? Sim, é. Mesmo assim, existe espaço no mundo para a sorte/azar. O chamado acaso. Deus tem um poder ilimitado, mas não controla o mundo de forma tão manipuladora a ponto de não dar brechas para que coisas ruins aconteçam com gente boa, e vice-versa.

Vivemos num mundo onde num mesmo acidente ou por uma mesma doença morre um traficante e também uma freira, um adúltero e também um órfão, um político corrupto e também um bebê recém-nascido, então, ora bolas, todo mundo tem o direito de ter azar. E, por consequência, sorte, em exemplos inversamente felizes. Havia um erro de visão na época de Jesus, em que se algo acontecia na sua vida, era resposta imediata e drástica de Deus para o seu comportamento (ou da sua família). Você é rico, sinal que você é bom. Você é doente, sinal que você é mau. Ainda cometemos esse erro hoje?

Na verdade, a despeito de sermos consideradas pessoas boas ou más pela visão míope da sociedade (o verdadeiro julgamento vem de Deus), estamos TODOS no mesmo saco. O saco da podridão do pecado! Não pense que as pessoas que sofrem merecem o sofrimento. Na verdade, TODOS NÓS MERECEMOS! Só que os que não sofrem ali, sofrem aqui, ou acolá, e mesmo que passe a vida toda sem sofrer, parabéns!, meu filho, você deu “sorte”, mas você também merecia tudo de ruim que aconteceu com o seu vizinho mais “azarado”.

Lembre-se disso na próxima vez em que for levado a pensar: ”Se Deus existisse as criancinhas não ficariam doentes! A fome não existiria na África! A Dilma não seria presidente do Brasil!”. Calma, querido. Todas as coisas ruins acontecem porque nós merecemos. Não mais, nem menos que ninguém. Algumas vão nos atingir, outras não. Temos alguma proteção de Deus, mas também aflições, vide João 16:33.

A Terra tem como príncipe o inimigo de Deus (João 14:30), porém, num nível acima, tem, como Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, Jesus. Esse conflito cósmico vai fazer muitas vítimas, todos os dias, incluindo eu e você. Escapar das balas desse tiroteio também depende do acaso, pois, merecer, todos, sem distinção, merecem. Mas a justiça de Deus é maior que o acaso. Ele vê, Ele anota, Ele sabe. E como Jesus afirma em Lucas 13:5, aqueles que se arrependem do seu mal, que buscam viver o bem, com certeza escaparão da morte eterna no futuro, e viverão para sempre no Paraíso. Não mais dependerão da sorte da Terra, que também é a graça dos Céus. E quantos dos 18 de Siloé você vai encontrar por lá?        
         
Não peço que concordem, espero que reflitam!

Desafio do JOBS: Que soldado israelita foi morto por ordem de Davi?
Resposta semana que vem.
Resposta da semana passada: 18 (Lucas 13:4)

___________________________

Estaremos de volta com novidades e textos inéditos a partir do dia 1º de fevereiro/2017, quando começaremos o Ano III da história do "Então Serve". Enquanto isso, aproveite o mês de janeiro para (re)ler alguns posts de 2016. Não esqueça de curtir nossa fanpage no Facebook -www.facebook.com/entaoserve. Siga o blog no Google+ -google.com/+EntaoServe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe também, comentando!